O Microsoft Paint está prestes a entrar no Microsoft Store

Vignette
Escrito por Guillaume
Data de publicação : {{ dayjs(1617984023*1000).local().format("L").toString()}}
Este artigo é uma tradução automática

O Paint3D vai finalmente dar lugar a um retornante... Paint, do qual a Microsoft pensou que poderia se livrar.

Mais de três anos e meio, ou mais de 1.300 dias, e a pintura indestrutível finalmente voltará pela porta da frente. Lembre-se, na Primavera de 2017, a Microsoft decidiu que tinha chegado o momento de virar a página no Paint, indiscutivelmente um dos módulos mais antigos do Windows. Uma daquelas que tem acompanhado os usuários através de todas as modas, todas as épocas, todas as versões. O editor estava contando com a chegada do Paint3D com grande fanfarra. Tudo então era "algo 3D" e a Microsoft sem dúvida imaginou que os usuários do Windows levariam seu lápis 3D para o seu software 3D para imaginar em 3D e acabariam com criações 3D maravilhosas.

janelas Central

A Microsoft teve então a ideia de desenhar uma linha - sem trocadilhos - na aplicação Paint original. Ele até mesmo planejou removê-lo do Windows e não parecia que chegaria ao Microsoft Store.

A moda já passou. O Paint3D nunca convenceu ninguém a não ser os seus próprios criadores... e ainda assim. A Microsoft foi forçada a repensar a sua estratégia e, desde há vários meses, o Paint3D parece estar com o tempo emprestado. No início, foi o amor de muitos usuários pela Tinta original que se mostrou. Na verdade, a Microsoft foi empurrada para um rápido retrocesso: já no verão de 2017, a editora enfatizou que o Paint não foi abandonado através deum post flamboyant "We still love Paint".

A Microsoft até anunciou que o famoso software voltaria "em breve " para o Microsoft Store... sem que víssemos nada chegar. Então tivemos de esperar mais de três anos e meio, ou mais de 1.300 dias, pela promessa da Microsoft de se tornar realidade. Ainda não temos uma data exata em que o Paint estará disponível no Microsoft Store, mas se quisermos acreditar no Windows Central, ele é iminente e, é claro, completamente gratuito.