A pior ideia possível para um estojo de PC: o modelo "aquário

Vignette
Escrito por Guillaume
Data de publicação : {{ dayjs(1660320051*1000).local().format("L").toString()}}
Este artigo é uma tradução automática

Água, calor, peixe, algas, microrganismos numa caixa de PC? É difícil de ver o que poderia correr mal.

Se a chegada dos chamados kits AiO facilitou a utilização do watercooling, isso não significa que se possa dar ao luxo de fazer tudo e mais alguma coisa com água e componentes electrónicos Para se certificarem de que estavam a correr o maior número de riscos possível, os engenheiros da MetalFish pensaram que para além de colocar uma boa quantidade de água em cima do PC, iriam adicionar alguns organismos vivos.

Foi assim que surgiu a ideia desta caixa de microATX bastante compacta (370 x 250 x 290 mm) com um aquário real no topo. Não temos a capacidade exacta desta última, mas a MetalFish parece acreditar que irá conter peixe pequeno e algumas algas. Melhor ainda, os criadores conceberam um fundo transparente para o seu aquário, para que seja possível admirar os detalhes da sua configuração através das espécies vivas no aquário, esperando que ninguém morra - literal ou figurativamente - no local.

O aquário é pequeno e parece ter de se contentar com paredes de 5 mm de espessura. MetalFish optou por paredes de alumínio de 1,5 mm para a parte da caixa do PC da unidade e adiciona uma parede de 3 mm entre os dois elementos. Para poupar espaço, a MetalFish utiliza apenas uma fonte de alimentação Flex ATX e especifica que um único slot de 2,5" está incluído. O caso MetalFish Y2 parece não estar disponível em França neste momento, mas quem sabe?